• Início
  • Amazonas
  • Defesa Civil coloca 11 municípios do Amazonas em Situação de Atenção devida a seca dos rios

Defesa Civil coloca 11 municípios do Amazonas em Situação de Atenção devida a seca dos rios

Defesa Civil mostra situação do rio que banha o município de Guajará (Foto: Defesa Civil)MANAUS – Depois da enchente dos rios, que colocou quase 50 municípios em Situação de Emergência, o interior do Amazonas enfrenta agora o período de vazante, com a seca dos rios, tendo o agravante da falta de chuvas. Diante do quadro, a Defesa Civil do Amazonas emitiu boletim colocando em “Situação de Atenção” os municípios de Guajará, Eirunepé, Itamarati, Ipixuna e Envira situados na calha do rio Juruá, Boca do Acre, Canutama, Lábrea e Pauini na calha do rio Purus, e Humaitá e Manicoré situados na calha do rio Madeira. Um total de 11 municípios.

 

O Sistema de Proteção da Amazônia – SIPAM explicou que, normalmente, este é o trimestre mais seco do ano nas bacias dos rios Juruá, Purus e Madeira, a questão é que este ano o volume de chuvas está muito abaixo da média prevista. No Juruá, a previsão de chuva para o mês de julho era de 66 milímetros, mas só foram registrados até agora 21 milímetros. Para o mês de agosto a média esperada é de 72 milímetros. Na região do Purus, em julho, a estimativa era de 42 milímetros de chuva, mas só foram registrados 09 milímetros. O rio Acre, no Estado do Acre, que abastece as bacias dos rios Juruá e Purus, está em estado crítico de vazante.

De acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil - CPRM, na cidade de Rio Branco (AC), o rio Acre atingiu a cota de 1,60 metro, ficando apenas 0,30 centímetros acima da cota mínima histórica registrada em 2016. Em Boca do Acre, no Amazonas, estação de referência para a calha do Purus, o rio atingiu na última medição, realizada no dia 11 de agosto, a cota de 4,44 metros, faltando apenas 0,95 centímetros para atingir a cota mínima histórica de 3,49 m registrada em outubro de 1998. Na bacia do rio Madeira, no mês de julho foi registrado um volume pequeno de chuva, apenas 4 milímetros, quando o esperado para o período era de 45 milímetros.