• Início
  • Política
  • Amazonino Mendes é eleito governador do Amazonas para um mandato de 15 meses

Amazonino Mendes é eleito governador do Amazonas para um mandato de 15 meses

Amazonino Mendes se elege prometendo organizar segurança, saúde e educação (Foto: Divulgação)MANAUS – Amazonino Mendes – PDT é eleito, no domingo, 27, no segundo turno da eleição suplementar, com quase 60% dos votos válidos, para governar o Amazonas pela quarta vez. Eduardo Braga – PMDB sofre a segunda derrota seguida e terá que se reinventar para disputar as eleições gerias que serão realizadas em outubro de 2018. Porém, a maior lição que se pode mostrar dessa eleição suplementar, é que o eleitor do Amazonas está muito insatisfeito e descrente na política e nos políticos. Somando abstenções, votos brancos e nulos, somam-se quase 800 mil votos.

 

A insatisfação dos eleitores é um fenômeno que os partidos políticos terão que analisar e encontrar meios de convencer os eleitores a voltar a ter mais confiança nos políticos. O recado dos eleitores amazonenses é claro: não dá mais para aceitar políticos metendo a mão em dinheiro público e ficar impune, enquanto falta investimentos nas áreas de saúde, educação e segurança, sem contar com o alto índice de desemprego que atinge praticamente todos os lares amazonenses. O eleitor se mostra mais vigilante e exigente, cobrando eficiência, qualidade no trato do dinheiro público, para que os investimentos nas áreas prioritárias aconteçam de fato.

Na avaliação do candidato eleito, esse eleitor que votou nulo e branco e os que deixaram de votar por não aceitar a política do jeito que ela está, precisa ser compreendido e respeitado. Amazonino Mendes se elegeu com a promessa de organizar a casa, e isso passa pela reordenação do orçamento e aplicação correta dos recursos. Nesse particular Amazonino Mendes pode ter problemas, já que discursão da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, a Assembleia Legislativa do Amazonas – Aleam aprovou um orçamento com bastante alterações, já que terá reajuste no repasse para o Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública. Além disso, os deputados aprovaram aumento do duodécimo repassado para a Aleam.

Foi aprovado também o orçamento participativo, o que significa que os deputados contam com um percentual do orçamento estadual, que deverá ser aplicado nas emendas orçamentárias aprovadas na discussão para aprovação do orçamento no final do ano. Durante a campanha, Amazonino Mendes disse que a Universidade do Estado do Amazonas - UEA voltará a ter recursos e atuará por meio de parcerias para ofertar cursos de qualificação para suprir a demanda do Polo Industrial de Manaus. Na área de saúde, ele prometeu o funcionamento pleno de toda a rede hospitalar. Já na área de segurança, o governo vai atuar na prevenção e repressão ao crime, colocando as polícias Militar e Civil para atuar mais próxima da população, além de criar opções para que os jovens se afastem da criminalidade.