• Início
  • Política
  • TRE reiniciou recadastramento biométrico dos eleitores do Amazonas

TRE reiniciou recadastramento biométrico dos eleitores do Amazonas

Dos 62 municípios do Amazonas em apenas dez foi concluída a biometria (Foto: Divulgação/TRE-AM)MANAUS – O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas – TRE-AM reiniciou nesta segunda-feira, 11, o processo de recadastramento biométrico em Manaus, visando a atualização dos registros dos eleitores para as eleições de outubro de 2018. Dos 62 municípios do Amazonas, apenas em dez o recadastramento biométrico está concluído. Nos demais municípios, o Tribuna tem até o final do mês de abril do próximo ano, para fazer o recadastramento dos eleitores.

 

De acordo com a legislação eleitoral, o processo de recadastramento biométrico deve ser paralisado 150 dias antes das eleições. Em novembro de 2016, logo após as eleições municipais, faltavam ser recadastrados quase 900 mil eleitores no interior do Amazonas. Os trabalhos foram iniciados em vários municípios, mas o planejamento teve que ser modificado por conta da eleição suplementar, que foi realizada no mês de agosto deste ano, para eleger o novo governador do Amazonas.

Para facilitar o processo de cadastramento de eleitores, o TRE-AM disponibiliza, às quintas-feiras, o Sistema de Agendamento, através do qual os eleitores podem escolher a data e o horário em que desejam ser atendidos, garantindo rapidez na hora de fazer o título. Para fazer o agendamento, basta o eleitor entrar na página do Tribunal (www.tre-am.jus.br) e clicar no banner “Agende seu Atendimento”. O TRE-AM alerta que os eleitores que possuem débitos com a Justiça Eleitoral devem se regularizar.

Antes de comparecer na data e horário agendados, o eleitor em débito com a Justiça Eleitoral deve solicitar a emissão da Guia de Recolhimento da União, para fazer o pagamento de multa. Para tanto, o eleitor deve se dirigir ao cartório correspondente a sua zona eleitoral e requerer o documento. Feitos a impressão do boleto e o pagamento da pendência em banco indicado, o eleitor deverá, no momento do atendimento, apresentar o comprovante de pagamento. A comprovação da quitação eleitoral é imprescindível para a realização do recadastramento biométrico.